Crohn's News Blog

Weblog – Informação sobre DII

Gripe A: Seis casos de morte fetal na Europa após vacina, diz a MHRA

leave a comment »

Quinta, 19 Novembro 2009 21:07 CarlAn Dossier Gripe A/H1N1 Dossier Gripe A
Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

Image

Já se registaram seis casos de morte fetal na Europa após a toma da vacina contra a gripe A(H1N1),  revelou esta quinta-feira a Agência britânica de Medicamentos (MHRA), sem referir se há uma relação directa entre as duas situações.

Gripe A: Seis casos de morte fetal na Europa após vacina, diz a MHRA

Uma porta-voz da Agência britânica de Medicamentos (MHRA) revelou esta quinta-feira à Lusa que “não recebeu até agora comunicações de morte de feto na sequência da vacinação com Pandemrix”.

“Todavia, sabemos da existência de seis casos que ocorreram pela Europa”
, informou a mesma fonte da Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos Médicos britânica (MHRA).

Como as mulheres grávidas são um dos grupos prioritários na vacinação contra a gripe, “é inevitável que casos de morte fetal ocorram em algumas mulheres grávidas pouco depois de receberem a vacina”.

De acordo com um relatório divulgado, esta quinta-feira, pela MHRA, até ao dia 12 de Novembro foram registados nove casos suspeitos de reacções adversas à vacina Pandemrix em mulheres grávidas entre os cinco e sete meses de gestação, mas sem gravidade, esclarece o relatório.

São três os casos de morte fetal após as gestantes tomarem vacina

 

» O primeiro caso conhecido é o de uma grávida vacinada com Pandemrix que perdeu o bebé a 14 de Novembro (sábado), três dias após ter recebido a vacina, tendo dado entrada no hospital de Portalegre já com morte fetal.

 

» O segundo casos foi o de uma grávida de 34 semanas vacinada contra a gripe A na sexta-feira (dia 13), deu entrada no hospital CUF Descobertas na segunda-feira (16 Nov.), apresentando já morte fetal.

» O terceiro caso é uma grávida de 27 anos que perdeu o feto de 20 semanas. A mulher está internada no Hospital de Santo André, em Leiria


“Todos estes casos manifestaram efeitos adversos apenas para a mulher” e “em nenhum houve efeitos adversos registados para o feto ou na continuação da gravidez”, lê-se ainda no documento.

ImageEsta semana foram noticiados três casos de morte fetal após vacinação das grávidas com a Pandemrix, negando as autoridades de Saúde que haja uma relação causa-efeito entre a toma da vacina e a morte dos fetos, embora as três situações estejam a ser analisadas pelas autoridades Portuguesas bem como pela Agencia Europeia de Medicamento (EMEA) Image


  • Agência Europeia (EMEA) investiga morte de fetos em Portugal

A Agência Europeia de Medicamentos (EMEA), responsável pela aprovação da vacina utilizada contra o vírus H1N1, foi informada pela Direcção-geral de Saúde (DGS) sobre as três mortes de fetos após a vacinação das mães e está agora a investigar.

“Só temos conhecimento dos dois casos em Portugal e a informação que temos já está a ser estudada. São necessários mais testes, que as autoridades nacionais estão a fazer”, disse Monika Benstetter, da EMEA, segundo informe do Diário de Notícias.

A responsável falava antes de conhecido o terceiro caso. Em Portugal, que diz ser o único país a registar ocorrências do género, houve três no espaço de uma semana. A associação deste três casos de morte fetal com a vacina contra a gripe A tem sido afastada pelos especialistas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: