Crohn's News Blog

Weblog – Informação sobre DII

DII: Identificado biomarcador que permite prever surtos de Doença Inflamatória do Intestino, Colite Ulcerosa e Doença de Crohn

with one comment

Uma equipa de especialistas espanhóis identificou um biomarcador que ajuda a prever recaídas em pessoas com Doença Inflamatória do Intestino (DII)  em estado de remissão.

DII: Identificado biomarcador que permite prever surtos de Doença Inflamatória do Intestino, Colite Ulcerosa e Doença de Crohn

A análise das concentrações de calprotectina nas fezes destes doentes revelou que a existência de níveis mais elevados desta proteína está associada a um aumento do risco de exacerbações dos sintomas, anuncia a Schering-Plough, em comunicado.


O estudo multicentro, liderado pelo Dr. Javier P. Gispert, do Hospital Universitário La Princesa de Madrid, seguiu 77 doentes com DII – 33 com Colite Ulcerosa e 44 com Doença de Crohn – em remissão, ou seja, sem surtos e com a doença controlada. Ao longo de 12 meses – ou até à ocorrência de uma recaída – foram recolhidos, nas consultas, dados relativos à evolução da doença e tratamentos efectuados, e analisados os níveis de calprotectina fecal (CPF). Foram registados, no total, níveis médios de CPF entre as 179 e os 157 microgramas por grama (mcg/g).

Durante o período do estudo, 22% dos doentes (17) tiveram exacerbação dos sintomas, situação que ocorreu, em média, às 20 semanas. A análise mostrou que estes indivíduos apresentavam uma concentração de CPF muito superior à registada entre os doentes que se mantiveram em remissão – níveis entre 255 e 143 mcg/g comparativamente com valores entre 157 e os 154 mcg/g, respectivamente. Foi encontrada uma maior diferença em doentes com Doença de Crohn, com variações entre 317mcg/g (em casos de surto) e 162mcg/g (doentes em remissão). Nos doentes com Colite Ulcerosa, a diferença situou-se entre valores de 200mcg/g, em momentos de exacerbação, e 151mcg/g em remissão.

O estudo revelou a existência duma influência dos níveis de CPF na percentagem de doentes com DII com surtos: 30% dos doentes com valores superiores a 100mcg/g de calprotectina tiveram uma recidiva, observando-se uma redução da percentagem para valores de 10% nos doentes com níveis inferiores a 100 mcg/g. Mais uma vez, é nos doentes com Doença de Crohn que esta diferença é mais clara: 6% de recidivas em doentes com valores inferiores vs 28% com níveis superiores a 100 mcg/g.

Os investigadores determinaram que a sensibilidade (capacidade de identificar probabilidade de recidiva) e especificidade (capacidade de excluir probabilidade de recidiva) da análise das concentrações de calprotectina fecal superiores a 100 mcg/g na previsão de recidivas foram de 82% e 47%, respectivamente, correspondendo a valores preditivos positivos (probabilidade de se verificar a recidiva) e negativos (probabilidade de não se verificar recidiva) de 30% e 90%, respectivamente.

“São dados importantes para o trabalho conjunto de médicos e doentes na gestão da DII. Um biomarcador que nos dê uma indicação mais exacta da possibilidade de ocorrência destas exacerbações da sintomatologia é uma ferramenta muito importante. Vai permitir um diagnóstico e tratamento precoce dos surtos e, mesmo, um melhor controle da doença”, considera o Professor Fernando Magro, Gastrenterologista do Hospital de São João no Porto.

A Schering-Plough é uma multinacional farmacêutica, sedeada nos EUA e presente em mais de 140 países. Emprega 51 mil colaboradores e, em 2008, facturou 18.5 mil milhões de dólares, sendo que 3.5 mil milhões foram investidos em I&D. As principais áreas terapêuticas em que actua são: Doenças Cardiovasculares, Distúrbios do Sistema Nervoso Central, Imunologia e Doenças Infecciosas, Oncologia, Doenças Respiratórias e Saúde da Mulher. A Unidade de Imunologia inclui as divisões Gastroenterologia, Reumatologia e Dermatologia.

Fonte: rcmpharma|10-12-2009

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. fico feliz de saber melhor sobre tudo que eu li, eu tenho 1 problema muito serio no meu entestino, mais tenho medo de mexer mais é acaba ficando mais serio ainda , mais fiqui orientada com tudo isso


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: