Crohn's News Blog

Weblog – Informação sobre DII

Posts Tagged ‘colite ulcerativa

Cuidados e orientações para Doença de Crohn e Colite ulcerosa (Retocolite Ulcerativa)

with 3 comments

Saúde

20 dicas para DII

1. Evite o uso de anti-inflamatórios, pois podem irritar o tubo digestivo e activar a doença. Em caso de dúvida, consulte seu médico antes de ingerir qualquer nova medicação.

2. Nas crises de diarreia, procure não ingerir fibras alimentares, principalmente as insolúveis (verduras cruas, cascas de frutas,etc.), pois podem acentuar e perpetuar o quadro.

3. Não consuma condimentos picantes, pois são agressivos à mucosa intestinal que já encontra-se inflamada.

4. Evite o uso de papel higiénico. Procure lavar-se após as evacuações, pois isto evita possíveis irritações locais.

5. Sempre que consultar algum médico ou especialista da área da saúde, informe sobre sua doença e sobre os medicamentos em uso.

6. Entenda as medicações que você faz uso. Pergunte ao seu médico quais os seus efeitos colaterais e por quanto tempo você deverá usá-las.

7. Uma vez decidido o tratamento, siga-o de maneira disciplinada. se uma medicação lhe foi prescrita, tome-a exactamente como foi solicitado.

8. Algumas medicações DEVEM ser mantidas mesmo quando você está bem, a fim de evitar recidivas da doença. Portanto, nunca pare de tomar uma medicação sem antes consultar o seu médico.

9. Algumas medicações utilizadas para as DII podem provocar eventuais efeitos indesejáveis, como anemia e hepatotoxidade. Exames laboratoriais  e clínicos devem ser realizados regularmente durante o tratamento.

10. Não fume, especialmente se você tem Doença de Crohn. O tabagismo piora significativamente esta doença.

11. Mantenha uma alimentação saudável e equilibrada, a fim de absorver os nutrientes necessários e obter ganho de peso. Evite pular refeições ou ficar longos períodos em jejum.

12. Faça sempre práticas desportivas. Mantendo o seu corpo saudável você terá uma melhor qualidade de vida. Momentos de lazer e descontracção são necessários e possuem um impacto positivo no controle da doença.

13. Lembre-se de que todos os pacientes portadores de DII são diferentes. Não existe ” caso típico”. Portanto, o tratamento é sempre individualizado e único.

14. Stresses emocionais podem agravar a doença. Pratique actividades que o ajudem a buscar o equilíbrio – ex: yoga, meditação, psicoterapia e desportos.

15. Informe-se sobre sua doença, seus sinais e sintomas. Conheça o seu organismo e o modo como a doença o afecta.

16. Se você possui retocolite, provavelmente deverá realizar colonoscopias regulares como exame de prevenção de câncer colorretal. Informe-se com seu médico.

17. No caso de recaídas, tanto na Colite ulcerosa (Retocolite Ulcerativa) quanto na Doença de Crohn, a menstruação pode ser temporariamente afectada, com ciclos irregulares.

18. Durante as recaídas, particularmente se houver diarreia intensa, a eficácia do anticoncepcional de uso oral poderá ser menor, e outros métodos  de contracepção deverão ser utilizados.

19. Não há evidências de que as DIIs sejam adversamente afectadas pela gravidez. Entretanto, se você estiver fazendo planeamento familiar  ou desejar engravidar, deverá sempre falar sobre isto com o seu médico. É melhor tentar a concepção na fase de remissão da doença, ou seja, quando estiver se sentindo bem.

20. Recaídas agudas durante o período de gravidez podem ser seguramente tratadas com corticosteróides ou aminossalicilatos sem danos ao feto.

via Dra.Terry Rocha de Medeiros blog

Written by CarlAn

03/01/2011 at 12:51

Remicade® aprovado para tratamento da Doença de Crohn pediátrica

leave a comment »

Remicade® aprovado para tratamento da Doença de Crohn pediátrica

Há uma nova alternativa terapêutica para a Doença de Crohn (DC) pediátrica: o Remicade® (Infliximab), biológico da Schering-Plough, recebeu a aprovação para o tratamento da DC activa, em crianças e adolescentes, entre os 6 e 17 anos, que não apresentaram resposta à terapêutica convencional, incluindo corticosteróide, imunomodulador e terapêutica de nutrição primária ou que, por sua vez, apresentam intolerância ou contra-indicações a estes tratamentos, avança a companhia, em comunicado.

Até ao momento, as alternativas terapêuticas para esta doença eram muito limitadas e resumiam-se aos corticosteróides e azatioprina, ambos com efeitos adversos nesta população: os corticóides afectam o normal crescimento da criança, impedem a mineralização óssea e provocam “fácies lunar”; a azatioprina pode apresentar toxicidade em determinados órgãos e sistemas, nomeadamente supressão da medula óssea e pancreatite; pode haver necessidade de avaliação da concentração da tiopurina metiltransferase (TPMT) antes do início do tratamento com azatioprina e obrigatoriedade de monitorização regular; a sua eficácia máxima poderá ser atingida até 12 a 16 semanas após o início da terapêutica.

Ler mais em… http://crohn.netne.net/index.php/noticias/711-remicader-aprovado-para-tratamento-da-doenca-de-crohn-pediatrica

Doença de Crohn e a “síndrome das pernas inquietas”

leave a comment »

Doença de Crohn e a “síndrome das pernas inquietas” (c/vídeo)

Trata-se de uma patologia de todo o trato digestivo, é uma doença inflamatória que afecta de forma crónica geralmente o cólon ou/e o intestino delgado.

A Doença de Crohn é de etiologia (causa) desconhecida, bem como várias outras perturbações conhecidas como DII (doença inflamatória intestinal) onde se inclui a colite ulcerativa CU (retocolite ulcerativa, RCU, como se designa vulgarmente no Brasil) e a doença de Crohn.

Um estudo recente realizado por norte-americanos revela que a “síndrome das pernas inquietas” pode estar associada à doença de Crohn.

Doença de Crohn é uma patologia que segundo entidades ligadas há doença e ao seu estudo afectará cerca de seis mil portugueses, este numero poderá estar porventura sub-diagnosticado em Portugal por razões varias, salientaria apenas e sobretudo por ser uma doença de difícil e demorado diagnostico, por se fazer passar ou mascarar-se por…

mais em… Doença de Crohn e a “síndrome das pernas inquietas”

Crohn's News no Twittershare-button

Vídeo – Síndrome das pernas inquietas • Síndrome das pernas inquietas
Doença de Crohn é uma patologia que segundo entidades ligadas há doença e ao seu estudo afectará cerca de seis mil portugueses, este numero poderá estar porventura sub-diagnosticado em Portugal por razões varias, salientaria apenas e sobretudo por ser uma doença de difícil e demorado diagnostico, por se fazer passar ou mascarar-se por
%d bloggers like this: