Crohn's News Blog

Weblog – Informação sobre DII

Posts Tagged ‘crohn

Farmacêuticos recusam multar doentes com patologias crónicas

leave a comment »

Saúde
Farmacêuticos recusam multar doentes com patologias crónicas

O Ministério da Saúde está a trabalhar num diploma para multar os doentes que desperdicem ou façam mau uso dos medicamentos distribuídos gratuitamente nas farmácias dos hospitais.

O Ministério da Saúde quer cobrar taxas aos doentes que façam mau uso dos medicamentos gratuitos. “Não contem connosco”, avisa o bastonário da Ordem dos farmacêuticos

medicamentoA Ordem dos Farmacêuticos não vai colaborar com o Ministério da Saúde para cobrar taxas aos doentes que façam mau uso dos medicamentos disponibilizados gratuitamente pelos hospitais. Em entrevista ao i, o Bastonário dos Farmacêuticos admite que existe um problema na dispensa de medicação aos doentes de ambulatório, mas não concorda com a solução encontrada: “A medida visa a redução da despesa do Serviço Nacional de Saúde (SNS) e está bem diagnosticada. É preciso encontrar uma solução, mas não é esta”, adianta Maurício Barbosa.

A medida vai afectar sobretudo os utentes que tomam medicamentos mais caros – como os portadores de sida, cancro, esclerose múltipla, transplantados renais, doentes de reumatologia ou com doença de Crohn. “Falamos de medicação altamente dispendiosa, mas não estou a ver que seja cobrado um valor em caso de má utilização. Isto implica que os farmacêuticos passem multas. Não contem connosco”, garante o bastonário, que acredita que o Estado devia “potenciar e tirar vantagens da relação de confiança existente entre técnicos e pacientes”.

Mais via… ionline

Descoberta proteína que pode ajudar a combater infecção intestinal

with one comment

Written by CarlAn

11/05/2010 at 18:20

New Studies Presented at Digestive Disease Week Highlight the Value of PillCam(R) Capsule Endoscopy

with 2 comments

More Than 68 PillCam(R) SB and PillCam(R) ESO Studies Presented; Company to Host Conference Call on May 7 at 1:00pm ET to Review DDW Abstract Highlights

Given Imaging Ltd. today announced that new studies confirmed the value of using PillCam(R) SB more frequently and earlier in the diagnostic algorithm in a range of disease states, including anemia, confirmed or clinically suspected Crohn’s disease, upper gastrointestinal bleeding and occult or obscure gastrointestinal bleeding (OGIB).

The studies concluded that PillCam SB is able to accelerate the time to diagnosing these conditions and often can obviate the need for additional diagnostic tests. Additional studies showed the value of PillCam(R) ESO as an emergency room tool to expedite triaging of patients presenting with upper gastrointestinal bleeding (UGIB) or non-cardiac chest pain. More than 68 studies were presented on PIllCam SB and PillCam ESO at the Digestive Disease Week(R) (DDW) 2010 conference concluding today in New Orleans.

NEW ORLEANS, LA, May 05, 2010 (COMTEX)
Given Imaging Ltd. /quotes/comstock/15*!givn/quotes/nls/givn (GIVN
20.10, -0.75, -3.60%)

Read More…http://crohn.netne.net/index.php/artigos/41-artigo/806-new-studies-presented-at-digestive-disease-week-highlight-the-value-of-pillcamr-capsule-endoscopy

, ,

Powered by ScribeFire.

Written by CarlAn

06/05/2010 at 00:08

Alterações do funcionamento intestinal podem esconder doença inflamatória

with one comment


As alterações do funcionamento intestinal podem esconder uma doença inflamatória (DII).

As alterações do funcionamento normal do intestino, como diarreia persistente ou diminuição da consistência das fezes, devem ser mantidas sob vigilância e comunicadas ao médico de família se persistirem por períodos superiores a uma semana. Segundo um comunicado enviado à TVNET, por trás de um problema que se supõe passageiro podem estar situações mais graves, tais como a Colite Ulcerosa ou a Doença de Crohn.

“O intestino é um regulador das diversas funções do nosso organismo, sendo responsável pela absorção de nutrientes e a eliminação de detritos orgânicos. Quando as suas funções se alteram podem ser sinal de doenças graves e nem sempre relacionadas com o funcionamento deste órgão.
É necessário que as pessoas dêem a devida atenção a situações de diarreia prolongada, dores abdominais intensas e necessidade urgente e inesperada de evacuar.
Sintomas como estes podem ser indicativos de Doença Inflamatória Intestinal e devem ser comunicados ao Médico de Família que, posteriormente, encaminhará o doente para uma consulta de Gastroenterologia”, alerta Francisco Portela, Gastroenterologista dos Hospitais Universitários de Coimbra (HUC) e Presidente do Grupo de Estudos de Doença Inflamatória Intestinal (GEDDI).

A Doença de Crohn e a Colite Ulcerosa são patologias crónicas e que afectam cerca de 15 mil portugueses. Caracterizam-se por inflamação crónica, de causa desconhecida, do tubo digestivo, sobretudo do intestino delgado, no caso da Doença de Crohn, e do cólon e recto, na Colite Ulcerosa. Actualmente não têm cura. No entanto, existem terapêuticas biológicas muito eficazes capazes de controlar os sintomas, conseguir remissão clínica e garantir uma qualidade de vida normal aos doentes.

»»…TVNET -Alterações do funcionamento intestinal podem esconder doença inflamatória

Powered by ScribeFire.

Written by CarlAn

17/03/2010 at 17:27

Imunossupressores para doença inflamatória intestinal aumentam risco de cancro da pele

with one comment

Os doentes com Doença Inflamatória do Intestino (DII) que fazem medicação imunossupressora correm
um risco Crohn's News no Twitteraumentado (mais de 60%) de desenvolverem cancro de pele não melanoma, refere um estudo recente, apresentado em comunicado de imprensa pelo American College of Gastroenterology.

Imunossupressores para doença inflamatória intestinal aumentam risco de cancro da pele

Estudo apresentado no POP – Portal de Oncologia Português

Neste estudo, apresentado na reunião anual da especialidade, os investigadores analisaram dados de 26.403 doentes com doença de Crohn e 26.974 com colite ulcerosa, com o objectivo de avaliar de que modo o uso destes medicamentos biológicos e imunossupressores para tratar as DII pode aumentar o risco de cancro da pele.

O estudo, liderado por Millie Long, da University of North Carolina at Chapel Hil, nos EUA, concluiu que a incidência de cancro da pele era mais elevada nos doentes de DII do que no grupo de controlo.
Leia o resto deste artigo »

Má absorção

leave a comment »

Má absorção

O nosso organismo necessita de um aporte constante de nutrientes como fonte de energias e de materiais para a formação dos nossos tecidos vivos.

O intestino delgado é a principal zona de absorção desses nutrientes, que de seguida passam para a corrente sanguínea.

Se há alguma coisa errada com a estrutura do nosso intestino delgado (ID), ou se as enzimas e as substancias químicas nele existentes não actuam convenientemente no processo digestivo, determinados elementos da nossa dieta (alimentação) podem não ser absorvidos na totalidade.

A mucosa intestinal normal é composta por pregas, pequenas projecções chamadas vilosidades e projecções ainda mais finas e pequenas chamadas micro-vilosidades, estas últimas criam uma enorme superfície de absorção.

micro-vilosidades intestinais – fotomicrografia – São diversas as doenças ou causas que podem provocar má absorção: * uma cirurgia ao estômago ou no tubo digestivo; * o glúten no caso da doença celíaca; alactásia; pancreatite crónica, entre outras; * ou a doença de Crohn (DC) que provoca alterações físicas na superfície interna de absorção do intestino delgado

ledblue Relacionados:

Colonoscopia total
Intolerância a lactose
Ìleo – O que são vilosidades?

Ler artigo completo no site… arrow_state_grey_rightMá absorçãoshare-button4

Written by CarlAn

20/09/2009 at 20:23

90 mil italianos com colite ulcerativa

leave a comment »

90 mil italianos com colite ulcerativa

Divulgar informações entre pacientes e motivá-los a se tornarem mais envolvidos na gestão da sua doença é em síntese, os objectivos da [www.viverelacoliteulcerosa.it] um novo site que visa melhorar a comunicação entre médico e paciente sobre a colite ulcerativa, doença inflamatória crônica do intestino (DII)

Patologia que afecta em Itália, cerca de 90 mil pessoas de todas as idades e de ambos os sexos.

Os sintomas típicos da doença são, a dor abdominal, perda de peso e, ao longo dos anos, probabilidade de remoção completa do cólon, com elevada incidência de cancro colo-rectal, doença que tem um sério efeito sobre a qualidade de vida do paciente.

A colite ulcerativa, é uma doença crónica, que tende a ocorrer em pessoas que ainda são jovens e é caracterizada por surtos que ocorrem com frequência e de formas diferentes de caso para caso, mas que são inevitáveis.

via 90 mil italianos com colite ulcerativashare-button

Written by CarlAn

20/09/2009 at 16:26

%d bloggers like this: