Crohn's News Blog

Weblog – Informação sobre DII

Posts Tagged ‘estudo

Deco em estudo afirma: Consumidores insatisfeitos com seguros de saúde

leave a comment »

Saúde | Seguros de saúde

Consumidores insatisfeitos com seguros de saúde – Deco

Os inquiridos num estudo da Deco sobre seguros de saúde apontam o preço como o principal fator de insatisfação, seguido do tempo de espera do reembolso e da «deficiente» informação prestada pela seguradora sobre o serviço.

O estudo da associação de defesa do consumidor (DECO), que será publicado na revista Proteste de março, decorreu em julho e agosto de 2010 e envolveu uma amostra representativa da população, entre 30 e 74 anos. No total, a Deco recebeu 3.137 respostas.

Os seguros de saúde surgem como um complemento ao Serviço Nacional de Saúde (SNS), principalmente para quem procura rapidez e facilidade no acesso aos cuidados médicos, refere a associação.
Lusa

Anúncios

Psoríase moderada ou grave aumenta risco de doença cardiovascular

with one comment

Psoríase moderada ou grave aumenta risco de doença cardiovascular
.
Estudo apresentado no encontro anual da American College of Cardiology

Sofrer de psoríase aumenta a probabilidade de ter uma doença cardiovascular, sendo a responsável por este aumento a resposta inflamatória característica desta doença auto-imune.

“Chegámos a um ponto em que precisamos de reconsiderar o tratamento dos doentes com psoríase: temos de ponderar se estes doentes devem iniciar tratamento com estatinas mais cedo do que o previsto”, afirmou o líder da investigação, Ole Ahlehoff, do Hospital Universitário Gentofte, de Copenhaga, Dinamarca, durante a apresentação do estudo no encontro anual da American College of Cardiology, realizado recentemente em Atlanta, EUA.

Ler mais em…http://crohn.netne.net/index.php/component/content/article/48-saude/747-psoriase-moderada-ou-grave-aumenta-risco-de-doenca-cardiovascular-

Powered by ScribeFire.

Written by CarlAn

22/03/2010 at 19:48

Gripe A H1N1: Pandemia da gripe perde força, admite OMS

leave a comment »

Gripe A H1N1: Pandemia da gripe perde força, admite OMS

ImageMargaret Chan disse que a OMS está pronta a prestar contas de todas suas decisões na gestão da pandemia

GENEBRA – A pandemia do vírus da gripe A (H1N1) parece estar sendo superada, admitiu hoje a Organização Mundial da Saúde (OMS), na prática colocando de parte o cenário inicialmente previsto de devastação de milhares de mortes e prejuízos avultados.

“O pior já pode ter passado”
no hemisfério norte, disse a diretora-geral da OMS, Margaret Chan. Mas alertou que uma conclusão mais segura sobre a superação da pandemia só deve ocorrer em Abril. “Ainda há muito inverno pela frente”, afirmou Margaret Chan.

Leia o resto deste artigo »

Gripe A (H1N1): Pandemia é menos mortal do que se pensava, revela estudo

leave a comment »

Gripe A (H1N1): Pandemia é menos mortal do que se pensava, revela estudo Image

A pandemia da gripe A (H1N1) é “consideravelmente menos letal” do que se pensava inicialmente, afirmou hoje o assessor do governo britânico para a área da Saúde, Liam Donaldson, com base num estudo publicado na BMJ.

A investigação, publicada hoje na revista médica British Medical Journal (BMJ), salienta que a taxa de mortalidade causada pela doença ronda os 0,026 por cento, com base na análise de dados oficiais de Novembro.

Os cientistas britânicos recuam e afirmam que a pandemia do H1n1 é cem vezes menos letal do que a da gripe espanhola, em 1918, e quase dez vezes menos letal que as pandemias de gripe de 1957 e de 1968. “A primeira pandemia de gripe do século XXI é consideravelmente menos letal do que se temeu de inicio”, afirmou Liam Donaldson, assessor do governo britânico para os assuntos médicos.

O estudo, foi publicado no site do “British Medical Journal” (ver link em baixo), e explica que, por meio de observação de pacientes internados entre Julho e Novembro passados, conclui-se, que a taxa de mortes pela doença é de 0,026%, segundo a análise dos dados oficiais registados até Novembro.

As conclusões do estudo foram conhecidas na altura em que o contágio pelo vírus H1N1 na Grã-Bretanha continua a diminuir, contrariando as previsões iniciais.

No inicio desta semana, os americanos do CDC (Centro de Controle de Doenças) afirmaram que a gripe A H1N1 poderá tornar-se a mais fraca pandemia registada, com uma taxa de óbitos inferior à da gripe comum. (Lusa)

Study

Study confirms low mortality for swine flu

They analyzed data from Milwaukee and New York, two U.S. cities that have kept detailed tabs on outbreaks of H1N1, to calculate a likely mortality rate of 0.048 percent.

“We have estimated … that approximately 1.44 percent of symptomatic pandemic H1N1 patients during the spring in the United States were hospitalized; 0.239 percent required intensive care or mechanical ventilation; and 0.048 percent died,”

http://crohn.netne.net/index.php/dossier-gripe-a/44-dossier-gripe-a/622-study-confirms-low-mortality-for-swine-flu

Ir para Website Crohn's News

Written by CarlAn

11/12/2009 at 16:30

%d bloggers like this: