Crohn's News Blog

Weblog – Informação sobre DII

Posts Tagged ‘Remicade

Humira most favored among biologics for Crohn’s disease and ulcerative colitis

leave a comment »

Health | Crohn’s disease | Humira

Abbott/Eisai’s Humira most favored among biologics for Crohn’s disease and ulcerative colitis, says DR report

US gastroenterologists survey by USA-based advisory firm Decision Resources estimate that (assuming no new data on adverse events emerge) they will treat fewer Crohn’s disease patients with Centocor Ortho Biotech/Merck/Mitsubishi Tanabe’s Remicade (infliximab) by the end of 2010, while the percentage of biologics-treated patients receiving Abbott/Eisai’s Humira (adalimumab) will increase to 36%. Surveyed gastroenterologists also indicate that the percentage of patients treated with a biologic who receive UCB/Otsuka’s Cimzia (certolizumab pegol) will rise from 9% to 12% within the next year.

DR’s new Physician & Payer Forum report, titled The Expanding Biologics Landscape in CD and UC: Clinician and Payer Perspective on the Role of Premium-Priced Biologics in CD and UC Treatment also finds that, on average, surveyed gastroenterologists report prescribing Remicade to 31% of their ulcerative colitis patients.

Anúncios

Estudo: Remicade para doentes com colite ulcerosa moderada a grave

leave a comment »

Estudo: Remicade para doentes com colite ulcerosa moderada a grave

De acordo com os dados de um novo estudo apresentado no 6º Congresso da Organização Europeia da Doença de Crohn e Colite, realizado em Dublin, na Irlanda, os doentes com colite ulcerosa (CU) moderada a grave em falência com corticosteróides estão mais susceptíveis de alcançar remissão livre de corticóides ao receberem terapêutica combinada com Remicade® (infliximab) da MSD em combinação com azatioprina (AZA) do que aqueles que receberam apenas um dos dois fármacos, avança comunicado de imprensa.

O estudo demonstrou igualmente que uma grande parte dos doentes tratados com uma estratégia terapêutica com Remicade® alcançou resposta clínica e cicatrização da mucosa em comparação com aqueles que foram tratados apenas com azatioprina.
Leia o resto deste artigo »

GSK moves Crohn’s disease drug into phase III

leave a comment »

Crohn’s disease

GlaxoSmithKline and its partner ChemoCentryx have started late-stage trials of GSK’786 for Crohn’s disease.

The initial study is a randomised, double-blind, placebo-controlled study that will involve approximately 600 patients to evaluate 500mg of ‘786 once-daily or twice-daily compared to placebo in patients with moderately-to-severely active Crohn’s disease.

The primary and key secondary endpoints are the proportion of subjects achieving a treatment-induced clinical response based on the Crohn’s Disease Activity Index (CDAI) and the proportion of subjects achieving clinical remission.
Leia o resto deste artigo »

Written by CarlAn

18/01/2011 at 18:46

Remicade® aprovado para tratamento da Doença de Crohn pediátrica

leave a comment »

Remicade® aprovado para tratamento da Doença de Crohn pediátrica

Há uma nova alternativa terapêutica para a Doença de Crohn (DC) pediátrica: o Remicade® (Infliximab), biológico da Schering-Plough, recebeu a aprovação para o tratamento da DC activa, em crianças e adolescentes, entre os 6 e 17 anos, que não apresentaram resposta à terapêutica convencional, incluindo corticosteróide, imunomodulador e terapêutica de nutrição primária ou que, por sua vez, apresentam intolerância ou contra-indicações a estes tratamentos, avança a companhia, em comunicado.

Até ao momento, as alternativas terapêuticas para esta doença eram muito limitadas e resumiam-se aos corticosteróides e azatioprina, ambos com efeitos adversos nesta população: os corticóides afectam o normal crescimento da criança, impedem a mineralização óssea e provocam “fácies lunar”; a azatioprina pode apresentar toxicidade em determinados órgãos e sistemas, nomeadamente supressão da medula óssea e pancreatite; pode haver necessidade de avaliação da concentração da tiopurina metiltransferase (TPMT) antes do início do tratamento com azatioprina e obrigatoriedade de monitorização regular; a sua eficácia máxima poderá ser atingida até 12 a 16 semanas após o início da terapêutica.

Ler mais em… http://crohn.netne.net/index.php/noticias/711-remicader-aprovado-para-tratamento-da-doenca-de-crohn-pediatrica

%d bloggers like this: