Crohn's News Blog

Weblog – Informação sobre DII

Posts Tagged ‘vacinas

OMS diz que 12 países tiveram casos de narcolepsia após vacina da gripe A

leave a comment »

Modified version of File:CDC-11214-swine-flu.j...

Image via Wikipedia

Saúde | H1N1

OMS diz que 12 países tiveram casos de narcolepsia após vacina da gripe A

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou nesta terça-feira que pelo menos 12 países registaram casos de narcolepsia em crianças e adolescentes que foram vacinados contra a gripe A.

O comité consultivo mundial da segurança de vacinas da OMS divulgou nesta terça-feira um comunicado no qual especifica que “desde Agosto do 2010, e após maciças vacinações contra o vírus da gripe H1N1 em 2009, foram detectados casos de narcolepsia em crianças e adolescentes em pelo menos 12 países”.

O comité assinalou que é preciso “investigar mais” para determinar a relação exacta entre os casos de narcolepsia e a vacinação contra a gripe, seja com a vacina Pandemrix ou com outra.

Written by CarlAn

15/02/2011 at 17:55

OMS revê segurança de vacina contra gripe A após suspeita de distúrbio do sono

leave a comment »

Saúde | Gripe A

OMS revê segurança de vacina contra gripe A após suspeita de distúrbio do sono

Pesquisa da Finlândia diz que produto aumenta risco de narcolepsia em crianças

A OMS (Organização Mundial da Saúde) decidiu rever as condições de segurança da vacina contra a gripe H1N1, conhecida popularmente como suína, produzida pelo laboratório GlaxoSmithKline (GSK). Um estudo feito na Finlândia sugere que crianças e adolescentes que tomaram a dose têm nove vezes mais chances de sofrer de narcolepsia, um distúrbio que provoca episódios incontroláveis de sono e faz com que a pessoa durma sem motivo durante várias vezes ao dia.

O Instituto Nacional de Saúde e Bem-estar da Finlândia começou uma investigação sobre o assunto em Agosto do ano passado, depois que o problema foi detectado em 17 crianças finlandesas que tomaram a vacina.
Leia o resto deste artigo »

Written by CarlAn

04/02/2011 at 02:08

Apesar das suspeitas de narcolepsia relacionada com a Pandemrix, DGS recomenda vacinação contra Gripe A

leave a comment »

Saúde | Gripe A

A Direcção-Geral de Saúde (DGS) mantém a recomendação de vacinação contra a Gripe A, apesar das suspeitas de narcolepsia em pessoas vacinadas com a Pandemrix.

A DGS mantém a recomendação de vacinação com a Pandemrix, contra a Gripe A, apesar de um estudo finlandês que sugere que as crianças que foram vacinadas têm nove vezes mais probabilidade de sofrer de narcolepsia, um distúrbio raro do sono.

«Uma vez que a associação vacina Pandemrix [contra a gripe pandémica] e narcolepsia não está provada e que o benefício de vacinação é superior ao risco de adquirir narcolepsia, a DGS mantém as Orientações de vacinação para a época gripal 2010/2011», refere a Direção-Geral da Saúde em comunicado publicado na sua página oficial na Internet.

Um estudo finlandês detectou um aumento de narcolepsia em crianças que tinham sido vacinadas contra a estirpe H1N1, que sugere que o mais provável é que este distúrbio do sono seja o resultado de um efeito conjunto da vacina Pandemrix e de outros factores.

A investigação preliminar, foi levada a cabo por um comité finlandês que estuda a narcolepsia, depois de ter sido detectado um aumento de casos de narcolepsia em crianças entre os quatro e 19 anos que foram vacinadas.

As pessoas que sofrem de narcolepsia adormecem de forma repentina e sem aviso. A causa da doença é desconhecida mas está associada a uma combinação de factores genéticos e ambientais.

fonte: jornaldigital.com

Novas taxas de Saúde retraem portugueses de tomar vacinas necessárias

leave a comment »

Saúde

Os novos preços das taxas de Saúde levam muitos portugueses a optar por viajar sem tomarem a vacinação adequada. O alerta da Associação de Médicos de Saúde Pública ressalva que os novos preços ainda não estão a ser praticados na totalidade dos serviços, sendo a informação sobre as isenções ainda escassa.

Muitos portugueses estão a viajar para países como Angola sem tomarem a vacinação adequada. A decisão justifica-se com o facto de os novos preços das taxas de Saúde serem proibitivas para os bolsos de alguns cidadãos.

A mesma fonte indica de igual modo que a informação acerca das taxas de isenção não é suficiente, havendo serviços nos quais ainda não foram implementados os novos preços, escreve a TSF.

Gripe A H1N1: Portugal cancelou dois milhões de vacinas a GlaxoSmithKline

with one comment

Gimageripe A H1N1: Portugal cancelou dois milhões de vacinas a GlaxoSmithKline

O Ministério da Saúde anunciou hoje o cancelamento da encomenda de dois milhões de vacinas contra a gripe A (H1N1), de um total de seis milhões que tinham sido reservadas.

A tutela liderada por Ana Jorge anunciou que ordenou o cancelamento de dois milhões de vacina contra o vírus da gripe A (H1N1), afirmou à Lusa fonte oficial. Esta informação que foi também confirmada por Marta Mello Breyner, porta-voz do laboratório GlaxoSmithKline confirmada a RR.

Dos seis milhões de vacinas encomendadas, já chegaram a Portugal já recebeu 1,6 milhões de doses, tendo já sido administradas cerca de 500 mil. Leia o resto deste artigo »

Gripe A H1N1: Debate de urgência no Conselho da Europa foi adiado

leave a comment »

image

Gripe A H1N1: Debate de urgência no Conselho da Europa foi adiado

Um debate de urgência sobre a gripe A (H1N1) previsto para quinta-feira não conseguiu reunir o consenso da assembleia parlamentar do Conselho Europeu, a decorrer em Estrasburgo, e foi adiado.

Subordinado ao tema «Falsas pandemias: uma ameaça para a saúde», o debate deveria analisar um relatório que denuncia a actuação dos grandes laboratórios farmacêutico

A 14 de Janeiro, apresentou uma moção para investigar a eventual existência de conflito de interesses entre a Organização Mundial de Saúde (OMS) e as farmacêuticas.

O parlamentar alemão Wolfgang Wodarg declarou na altura que se assistiu «ao maior escândalo médico do século» e acusou a OMS de ter «relações impróprias» com as empresas do sector farmacêutico.

Subordinado ao tema «Falsas pandemias: uma ameaça para a saúde», o debate deveria analisar um relatório que denuncia a actuação dos grandes laboratórios farmacêuticos e uma alegada influência na compra de milhões de vacinas pelos governos de todo o mundo para combater o vírus H1N1.

Um total de 96 parlamentares votou a favor da realização do debate e 82 contra, sendo necessária uma maioria de dois terços para aprovar o projecto de resolução.

Ver entrevista de Wolfgang Wodarg em vídeo…

Ver vídeo...

Apesar do adiamento do debate, ainda sem nova data, o assunto será analisado terça-feira numa audição pública da Comissão de Assuntos Sociais, Saúde e Família, realizada à margem da assembleia parlamentar do Conselho Europeu.

O relatório em análise é da responsabilidade do presidente da comissão de Saúde, o socialista alemão Wolfgang Wodarg.

Ler mais em …http://crohn.netne.net/index.php/dossier-gripe-a/44-dossier-gripe-a/698-gripe-a-h1n1-debate-de-urgencia-no-conselho-da-europa-foi-adiado

EMA recomenda quarta vacina contra pandemia de Gripe A H1N1, Arepanrix da GlaxoSmithKline

leave a comment »


Image

.
.
.

Agência do Medicamento actualiza informação sobre gripe pandémica

EMA recomenda quarta vacina contra pandemia de Gripe A e actualiza informação sobre restantes vacinas e Tamiflu

O Comité de Medicamentos para Uso Humano da Agência Europeia do Medicamento (EMA) recomendou que fosse concedida a autorização de introdução no mercado condicional a uma quarta vacina contra a pandemia da gripe (H1N1), Arepanrix, da GlaxoSmithKline Biologicals.

Foram também revistos os dados adicionais das três vacinas com autorização de introdução no mercado (AIM) centralizada (Celvapan, Focetria e Pandemrix) e do antivírico Tamiflu.

De acordo com informação emitida pelo Infarmed – Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, IP, a recomendação de autorização da quarta vacina foi baseada num procedimento acelerado, utilizado para vacinas desenvolvidas durante uma pandemia.

A informação sobre Arepanrix foi avaliada de forma expedita, tendo sido iniciada em 17 de Julho de 2009, aquando da submissão dos primeiros dados. Estudos clínicos adicionais em crianças, adolescentes e adultos encontram-se em curso e os resultados ficarão disponíveis previsivelmente a partir de Março de 2010.
Leia o resto deste artigo »

Conselho da Europa, Wolfgang Wodarg diz que pandemia da gripe foi ficção lucrativa

with one comment

Conselho da Europa, Wolfgang Wodarg diz que pandemia da gripe foi ficção lucrativa Image

Com o objectivo de promover drogas patenteadas e as vacinas contra a gripe, as companhias farmacêuticas influenciaram cientistas e agências oficiais responsáveis pelos padrões públicos de saúde para alarmar governos em todo o mundo e fazer com que eles desperdiçassem recursos com estratégias ineficientes e expusessem desnecessariamente milhões de pessoas saudáveis ao risco de efeitos colaterais de vacinas insuficientemente testadas.

A campanha da “gripe aviária” (2005/06) combinada com a campanha da “gripe A (H1N1)” parece ter causado um grande dano não somente aos doentes vacinados mas aos orçamentos de saúde e à credibilidade de importantes agências internacionais de saúde.

Artigo de Wolfgang Wodarg*, no seu blog: http://www.wodarg.de/english/2948146.html

O Conselho da Europa e os seus países-membros devem pedir investigações imediatas e cobrar consequências a nível nacional e internacional.

Leia o resto deste artigo »

Gripe A: Grávida de 34 semanas perde bebé três dias após ser vacinada

with one comment

Uma grávida de 34 semanas perdeu o bebé no sábado, três dias depois de ter sido vacinada contra a gripe A(H1N1), dois factos que os familiares suspeitam que estejam ligados, mas que o hospital diz não ser possível relacionar.

Gripe A: Grávida de 34 semanas perde bebé três dias após ser vacinada

João Romacho, cunhado da mulher de 31 anos, natural de Alegrete, Portalegre, disse à Lusa que depois de na quarta-feira ter sido vacinada contra a gripe A (H1N1), a grávida começou a queixar-se de dores no corpo e mal-estar geral, estranhando que o bebé ora se mexesse mais do que o normal, ora não se mexesse.

“No sábado de manhã [a grávida] foi ao Centro de Saúde de Portalegre, onde a médica que a assistiu verificou que o batimento cardíaco do feto era baixo, mas existia, e aconselhou-a a ir para casa e a voltar no dia seguinte para ver como estava” informou familiar da grávida.

mais em… Gripe A: Grávida de 34 semanas perde bebé três dias após ser vacinada share-button

Written by CarlAn

16/11/2009 at 00:58

Gripe H1N1: Uma única dose vacina produz resposta imune em mulheres gravidas

with 8 comments

(AFP)03-11-09–Uma única dose de vacina contra a gripe H1N1 produz resposta imune forte em   Crohn's News no Twittermulheres grávidas, um dos grupos de maior risco de (influenza A) H1N1, estes são os primeiros resultados dos ensaios clínicos.

Uma única dose vacina produz resposta imune em mulheres gravidas

“As respostas da imunização observada nestas mulheres grávidas saudáveis são comparáveis aos resultados observados em adultos saudáveis no ponto de tempo, após uma única vacina, e a vacina foi também bem tolerada”, disse Anthony Fauci, director do Instituto Nacional de Doenças Infecciosas e Allegies , afirmou num comunicado.

Não foram relatados problemas de segurança durante os ensaios, que começaram a 9 de Setembro com 120 mulheres, todas no segundo ou terceiro trimestre da gravidez.

Vinte e um dias depois de receberam a vacina da gripe H1N1, 92 por cento das mulheres grávidas que receberam dose única de 15 microgramas e, 96 por cento de mulheres grávidas que receberam 30 microgramas tiveram uma resposta imune robusta, estes foram os resultados dos primeiros ensaios clínicos com a vacina.

Desde o aparecimento da nova estirpe de gripe H1N1 que surgiu em Abril, pelo menos 100 mulheres grávidas foram hospitalizados em unidades de cuidados intensivos nos EUA e pelo menos 28 gestantes morreram de gripe pandemia.

As grávidas têm de receber a vacina na forma injectável, (a única forma de vacina em Portugal) que é feita com fragmentos de vírus mortos (vírus H1N1), vacina que desta forma não causa infecção.

A vacina usada neste estudo (estudo realizado nos EUA) não contêm conservante “timerosal” nem uma substância usada para intensificar a resposta na imunização conhecida como “adjuvante”.

via Gripe H1N1: Uma única dose vacina produz resposta imune em mulheres gravidasshare-button

Written by CarlAn

04/11/2009 at 12:46

Gripe A: Suíça proíbe que grávidas e crianças recebam a vacina Pandemrix

leave a comment »

Pandemrix, a vacina da GSK em uso no país

A Swissmedic (autoridade que regula o sector dos medicamentos na Suíça)  Crohn's News no Twitteremitiu, esta sexta-feira (30-10-2009), um comunicado, onde proíbe a utilização da vacina Pandemrix – a mesma utilizada em Portugal – em grávidas, crianças com menos de 18 meses e adultos com mais de 60 anos.

Gripe A: Suíça proíbe que grávidas e crianças recebam a vacina Pandemrix

Na base da decisão da Swissmedic está a incerteza quanto aos efeitos do uso do adjuvante AS03, utilizado para a vacina Pandemrix do laboratório ,.

«Os dados actuais dizem essencialmente respeito a adultos, mas não existe nenhum dado para mulheres grávidas e os dados que existem sobre as crianças são insuficientes», lê-se no comunicado do regulador suíço, Swissmedic.

mais em… Gripe A: Suíça proíbe que grávidas e crianças recebam a vacina Pandemrixshare-button

Written by CarlAn

30/10/2009 at 18:18

Gripe A: Primeira fase com 49 mil doses a 26 Outubro

leave a comment »

Gripe A: Primeira fase com 49 mil doses a 26 Outubro

Lisboa, 02 Out (Lusa) – A campanha de vacinação contra o vírus H1N1 contará, numa primeira fase, com 49 mil doses a distribuir pelos “grupos considerados prioritários”, embora nem todos recebam a vacina, disse a ministra.

Primeira fase de vacinação a 26 de Outubro

Em conferência de imprensa, Ana Jorge explicou que nesta primeira fase de vacinação, que se iniciará a a 26 de Outubro, será necessário, dentro dos grupos prioritários, escolher os que devem ter um acesso mais rápido.

Por esta razão, serão vacinados os profissionais de saúde, mas apenas os que “pela especialização e especificidade das suas funções” são considerados “dificilmente substituíveis”.

Em colectiva de imprensa, Ana Jorge explicou que, nesta primeira fase, será necessário escolher, dentro dos grupos prioritários, os que devem ter um acesso mais rápido.

Por esta razão, serão vacinados os profissionais de saúde, mas apenas os que, “pela especialização e especificidade das suas funções”, são considerados “dificilmente substituíveis”.

Ler mais… arrow_state_grey_right Gripe A: Primeira fase com 49 mil doses a 26 Outubro share-button

twitter Crohn's News

twitter Crohn's News

Written by CarlAn

02/10/2009 at 18:31

%d bloggers like this: